Parei para não ser repetitivo. O Brasil se tornou repetitivo. E agora, com a pandemia, mais repetitivo ainda, pois todos os dias são mortes e mais mortes causadas pela pandemia COVID-19.

Há tempos parei. Tudo se tornou muito confuso por aí. Escrevi, esporadicamente, em outros espaços. Até para um jornal de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. O dono era meu amigo. Ou ainda é, apesar das divergências que foram aparecendo. Principalmente as políticas. E sequer era o fato de que dividia a página com uma coluna daquele senhor que mora nos EUA e que orienta e defende outro senhor que mora em Brasília.

Repetitivo.

Falar sobre a pandemia, sobre a falta de comando, ou melhor, sobre a total incapacidade do mandatário mor, é chover no molhado e, nesse aspecto, tem gente muito mais capacitada do que eu.

A gente cansa. Pior, vamos cansando aos poucos, um pouco a cada dia. E é isso o que mais cansa: cansar todos os dias.

Como não tenho por profissão escrever, resolvi largar.

Mas essa coisa de escrever persegue. Esse blog vai fazer, em junho, 16 anos. Um filho adolescente que não para de incomodar. Aborrescente. Todo dia me lembrando que devo escrever. Exigindo, muitas vezes. Eu fugia, um tuíte aqui, um post no face ali e ia levando.

Hoje decidi que não posso abandonar meu filho. Não pelo risco de tomar um processo por ser um pai ausente, mas porque quem escreve sabe: o blog é, na verdade, o único espaço em que podemos pintar e bordar sem que ninguém se meta. Deletamos, solenemente, os inconvenientes, os chatos, aqueles que adoram discutir e xingar. E vão catar coquinho, se não gostarem.

É isso, é meu espaço. É uma reintegração de posse. Tomo conta do que é meu porque preciso, agora, das coisas que são minhas. E nada mais meu do que O Chato. E os outros blogs do meu portal.

Será?

http://www.escosteguy.net/wp-content/uploads/2020/05/cansado.jpghttp://www.escosteguy.net/wp-content/uploads/2020/05/cansado-150x150.jpgLuiz Afonso Alencastre EscosteguyO ChatoParei para não ser repetitivo. O Brasil se tornou repetitivo. E agora, com a pandemia, mais repetitivo ainda, pois todos os dias são mortes e mais mortes causadas pela pandemia COVID-19. Há tempos parei. Tudo se tornou muito confuso por aí. Escrevi, esporadicamente, em outros espaços. Até para um...Antes de falar, pense! Antes de pensar, leia!