Vândalos, baderneiros, desordeiros, bando de bugios revoltados – e por aí vai – são expressões recuperadas tanto pela mídia, quanto pelas autoridades constituídas (governador de SP, vereadora de POA e promotor de Justiça de SP) para se referir aos cidadãos.

Expressões que eram de uso comum pelo militares quando queriam se referir a tantos quantos saíssem às ruas para manifestar contrariedade ao regime.

Os movimentos havidos em Porto Alegre (contra o aumento das passagens de ônibus e contra a derrubada de árvores para ampliação de uma avenida) e, mais recentemente, em São Paulo, contra o aumento das passagens, são tratados assim pela mídia:

Folha de São Paulo (via Viomundo):

http://www.viomundo.com.br/denuncias/sobre-ativistas-na-turquia-e-vandalos-no-brasil.html

Na suja e podre Veja e seu capacho:

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/alckmin-manifestantes-sao-baderneiros-e-vandalos/

A coisa é tão descarada, que turcos são “ativistas” e os porto-alegrenses baderneiros, desordeiros; os paulistanos, vândalos!

O capacho da Veja é explícito na associação que procura transmitir:

“Os protestos em São Paulo são organizados pelo Movimento Passe Livre, formado por radicais de movimentos e partidos de esquerda”.

Ora, pois! Na visão desse “imbecilistóide”, a luta se trava somente para beneficiar os bugios que tomaram o poder e querem, custe o que custar, fazer do Brasil aquilo que a ditadura não deixou acontecer: que sejamos um país comunista!

Ora, pois! Repito. Filhotes órfãos da ditadura, ainda vivos.

Eles podem nos ofender sem problema algum, afinal, são autoridades e são PIG.

Não é à toa que tudo começa por ameaçar a cidadania com qualificativos como esses. E sequer precisamos recorrer à História Geral, basta recordar tempos recentes no Brasil.

A depredação do patrimônio público é ato que simplesmente deve ser punido após rigorosa investigação por parte da Polícia Civil.

Isso é democracia.

Manifestações de autoridades agredindo cidadãos que lutam por direitos têm outros nomes.

Isso é ditadura! É autoritarismo!

Isso é ameaçar a cidadania!

Luiz Afonso Alencastre EscosteguyBrasil Sem PIGPIGVeja
  Vândalos, baderneiros, desordeiros, bando de bugios revoltados - e por aí vai – são expressões recuperadas tanto pela mídia, quanto pelas autoridades constituídas (governador de SP, vereadora de POA e promotor de Justiça de SP) para se referir aos cidadãos. Expressões que eram de uso comum pelo militares quando queriam...